NBA Portugal
<div align="center">
<span style="font-size: 16px;">Caro membro, <br /><br />Se quiser contribuir e ajudar o fórum, pode aqui faz um pequeno donativo para renovação do dominio do Fórum.<br /> Todas as suas doações garantirão a continuidade e a fidelidade deste fórum. <br /><br />O Administrador</span>
</div>

<p>
<div align="center">
FAZER DOAÇÃO<br><a href="html_images.asp" http://nba-portugal.forum-livre.com/buy-credits>CLIQUE AQUI</a>

Tom Thibodeau - Intensidade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tom Thibodeau - Intensidade

Mensagem  Farripas em Sex 21 Dez 2012 - 17:49

Tom Thibodeu - Intensidade



Full-Speed. 100%. É a única realidade que Tom Thibodeau conhece. O treinador dos Bulls não sabe abrandar, não sabe controlar-se e muito provavelmente não o deseja fazer.
Solteiro, o basquetebol é a sua única paixão e é algo a que ele se dedica com todas as suas forças. Muitas vezes ouvimos sobre pessoas que são trabalhadoras e que dão o máximo. "É o primeiro a chegar e o último a sair". Sobre Thibodeau isso é verdade, aplica-se literalmente e é algo que inspira todas as pessoas à sua volta. Os jogadores chegam uma ou duas horas antes do treino e já a luz do gabinete do seu treinador está acesa, quase sempre a estudar o próximo adversário e as diversas maneiras de se poder derrotar esse mesmo oponente. Tom Thibodeau é um homem que dá o máximo e só assim o pode exigir aos seus jogadores e, mais importante que tudo, só assim eles acatam essas ordens e dão o litro pelo seu treinador. Quando se vão embora, a luz do gabinete continua acesa e Thibodeau continua lá dentro, a ver jogos do próximo adversário tentando arranjar maneiras de facilitar o trabalho aos seus jogadores no próximo jogo. É um prefeccionista e grita muito, mas devido à sua dedicação é ouvido, respeitado pelos jogadores e só assim consegue tirar o máximo deles.
Não é por acaso, que nas últimas duas temporadas os Bulls tiveram o melhor recorde da temporada regular. E isto conseguido apesar das INÚMERAS lesões que afectaram a equipa. No primeiro ano, a grande aquisição da temporada, Carlos Boozer, lesiona-se antes da época começar e falha os primeiros dois meses. Quando volta é a vez de Joakim Noah se lesionar e apesar de ter voltado mais tarde nessa temporada, nunca mais foi o mesmo. No segundo ano, e já com Noah a 100%, foram diversas as leões, entre Rose, Deng, Gibson, Watson, Korver. Rose jogou menos de metado dos jogos nessa temporada (foram apenas 66 jogos já que foi uma temporada afectada pelo lockout). No entanto, os Bulls conseguem ter o melhor recorde a par dos Spurs. Era uma equipa destinada à final, já que Miami iria jogar sem Chris Bosh e os Bulls com Noah, Boozer, Gibson e Asik tinham enorme vantagem no frount-court, algo que dificilmente Miami ultrapassaria. Mesmo com um espectacular LeBron James e Wade. Mas Rose lesiona-se, Noah também se lesiona e foi demais para os restantes jogadores e os Bulls são eliminados em 6 jogos por Philadelphia no primeiro round. Mas até aí, os Bulls poderiam ter pelo menos forçado um jogo 7. Mas CJ Watson nos segundos finais, em vez de segurar a bola passa-a a Asik que sofre falta e falha 2 lances livres. Note-se que Watson um PG que tem uma média de 80 e poucos %, enquanto Asik é um C com uma média de 60%. Iguodala marcou e eliminou os Bulls nesse 6º jogo. Este ano e com 7 novos jogadores e sem a estrela Derrick Rose, os Bulls apenas foram massacrados em LA frente aos Clippers onde perderam por 20. De resto, os Bulls têm estado a discutir os jogos até ao fim, tendo oportunidades de vencer, não o conseguindo apenas porque lhes falta aquele finalizador que é Rose. É apenas por falta de opções e não por falta de esforço. Jogos que já incluíram Clippers em casa, Thunder, Celtics etc. De qualquer maneira, Thibodeau tem a sua equipa na parte de cima da tabela não só de recorde mas também nas estatisticas defensivas os Bulls estão no topo ou perto dele. É tudo fruto do trabalho dos seus jogadores, mas esse só consegue atingir o potencial porque o seu treinador é tão dedicado como eles e dá o exemplo. Nada melhor para conseguir o respeito e o esforço dos jogadores.
Poucos são tão esforçados e dedicados (à volta de 16h ou mais horas por dia dedicadas ao basquetebol e aos Chicago Bulls) como Thibodeau e nenhuma equipa dá mais que os Bulls em jogos da temporada regular. Se os Bulls não conseguirem ganhar um titulo enquanto Thibodeau for o seu treinador, não é por culpa do treinador, mas sim porque a organização não conseguiu dar a Thibodeau e rodear Rose com melhores jogadores. Existem mais 1 ou 2 casos na liga em que se pode dizer que o treinador deixou a sua marca bem vincada na equipa. Os Bulls são sem dúvida, a imagem de Tom Tibodeau. E estão bem entregues...

Alexandre Farripas

___________________________________________
"With the third pick in the 1984 NBA Draft, the Chicago Bulls pick Michael Jordan from the University of Noth Carolina"
"In all those videos, you never just saw me, you saw...Scottie Pippen. Every championship i won." Michael Jordan's Hall of Fame speech
"With the first pick in the 2008 NBA Draft, the Chicago Bulls select Derrick Rose from the University of Memphis"
"Do your job" - Tom Thibodeau
avatar
Farripas
Vencedor de 5 Aneis
Vencedor de 5 Aneis

Masculino Mensagens : 1479
Data de inscrição : 03/10/2011
Idade : 28
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tom Thibodeau - Intensidade

Mensagem  Guigos em Sex 21 Dez 2012 - 19:44

Mais um excelente artigo escrito pelo Farripas. É sempre bom ler, continua.

Agora sobre o TThibodeau acho que ninguém tem duvidas de que ele um "enormíssimo" treinador. Conseguiu pegar nos Bulls que andavam a meio que adormecidos e montou uma super equipa e como foi referido no artigo acima, se não fossem as lesões... (mas também a vida não é feita de "se") Smile

Acho que quando o contrato dele estiver para terminar com os Bulls, vão haver muitas equipas, principalmente as dos grandes mercados, a correr atrás para assegurarem os serviços deste grande treinador.
avatar
Guigos
Role Player
Role Player

Masculino Mensagens : 359
Data de inscrição : 08/12/2012
Idade : 28
Localização : Vila Nova de Gaia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tom Thibodeau - Intensidade

Mensagem  Farripas em Sex 21 Dez 2012 - 20:40

@Guigos escreveu:Mais um excelente artigo escrito pelo Farripas. É sempre bom ler, continua.

Agora sobre o TThibodeau acho que ninguém tem duvidas de que ele um "enormíssimo" treinador. Conseguiu pegar nos Bulls que andavam a meio que adormecidos e montou uma super equipa e como foi referido no artigo acima, se não fossem as lesões... (mas também a vida não é feita de "se") Smile

Acho que quando o contrato dele estiver para terminar com os Bulls, vão haver muitas equipas, principalmente as dos grandes mercados, a correr atrás para assegurarem os serviços deste grande treinador.

Antes de mais, obrigado Very Happy

Não será um problema já que ele renovou por mais 4 anos para além deste com os Bulls. Por isso, a menos que algo corra extremamente mal, serão mais 4 anos e meio de Thibodeau em Chicago.

O que quis transmitir com esta crónica é o que diz no titulo. A intensidade dele é qualquer coisa de espectacular. Se virem um jogo dos Bulls reparem... O homem grita durante 48 minutos!!!!

___________________________________________
"With the third pick in the 1984 NBA Draft, the Chicago Bulls pick Michael Jordan from the University of Noth Carolina"
"In all those videos, you never just saw me, you saw...Scottie Pippen. Every championship i won." Michael Jordan's Hall of Fame speech
"With the first pick in the 2008 NBA Draft, the Chicago Bulls select Derrick Rose from the University of Memphis"
"Do your job" - Tom Thibodeau
avatar
Farripas
Vencedor de 5 Aneis
Vencedor de 5 Aneis

Masculino Mensagens : 1479
Data de inscrição : 03/10/2011
Idade : 28
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tom Thibodeau - Intensidade

Mensagem  Groove em Seg 24 Dez 2012 - 12:09

Antes do meu comentário permitam-me que torne a elogiar mais uma crónica do Farripas. As crónicas são muito interessantes quando focam dados a primeira vista irrelevante, mas que estudados ao pormenor dão excelentes “histórias” muitas vezes com estatísticas que acabam por dar que falar. O Farripas, têm feito um excelente trabalho neste sentido e graças a esse trabalho conquistou muitos seguidores neste fórum que aguardam todos os dias/semanas por uma nova crónica, sem nunca conseguirem adivinhar que tema terá a próxima.

Uma grande iniciativa do Bártolo e que o Farripas agarrou com unhas e dentes!

Antes que o Farripas encharque o teclado com tanta baba depois de tantos elogios, vamos lá comentar o tópico!!

Sabia que Thibodeau era muito dedicado ao seu trabalho mas não ao ponto que refere o texto. Independentemente disso, e focando um olhar apenas sobre o trabalho que podemos ver, conferir e analisar (ou seja os Bulls em campo) apenas podemos dizer que funciona. Thibodeau é descrito como muito mau no que toca a organizar um ataque mas um exemplo de como construir um modelo impenetrável defensivamente. Em épocas anteriores apesar das muitas lesões que tem atrapalhado muito esta equipa ofensivamente a equipa tinha um DRose que assumia essa responsabilidade apesar da sua tenra idade já demonstra uma grande responsabilidade e liderança dentro do campo, coisa que nem aqueles que muitos afirmam ser o melhor jogador da actualidade (e é verdade) fez até ao ano passado Lebron).

Apesar da importância de Rose principalmente no ataque, Thibodeau conseguiu provar na temporada passada que a sua muralha defensiva pode resistir a qualquer adversário e compensar o mau ataque dos Bulls quando Rose não está. Devido a uma lesão (várias lesões) na época passada (2011/12) Rose quase não jogou, mesmo assim os Bulls tiveram uma das melhores campanhas da temporada. Como o Farripas refere, apenas os SAS conseguiram tal feito.

Este ano e apesar das muitas saídas que levaram a reconstrução do banco e a perda por lesão de Rose, Thibodeau conseguiu manter um bom nível na equipa e coloca-la entre as primeiras 4 do leste. Sem dúvida que é devido a sua qualidade como treinador e que conseguiu mostrar a todos que o mais improvável funciona se aplicado com qualidade, ou seja uma equipa que praticamente só defende e que no ataque são os próprios jogadores que tem do puxar pela cabeça para encontrar caminho até ao cesto.

Recordo-me que os Detroit jogavam também com todas as armas apontadas na defesa e mesmo assim conquistaram campeonatos.

Estratégias pouco prováveis e recomendáveis, mas o treinador certo pode fazer a diferença entre ganhar ou perder e Thibodeau é esse treinador.


Farripas, desculpa eu focar alguns pontos, dar exemplos, acrescentar algumas coisa...etc. Não o faço por mal mas sim porque quando aparecem tópicos deste genero dá-me muita vontade de escrever Razz

___________________________________________
"When ignorant folks want to advertise their ignorance, you don't really have to do anything. You just let them talk. That's what happened here." Barack Obama
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tom Thibodeau - Intensidade

Mensagem  Farripas em Seg 24 Dez 2012 - 12:58

@Groove escreveu:Antes do meu comentário permitam-me que torne a elogiar mais uma crónica do Farripas. As crónicas são muito interessantes quando focam dados a primeira vista irrelevante, mas que estudados ao pormenor dão excelentes “histórias” muitas vezes com estatísticas que acabam por dar que falar. O Farripas, têm feito um excelente trabalho neste sentido e graças a esse trabalho conquistou muitos seguidores neste fórum que aguardam todos os dias/semanas por uma nova crónica, sem nunca conseguirem adivinhar que tema terá a próxima.

Uma grande iniciativa do Bártolo e que o Farripas agarrou com unhas e dentes!

Antes que o Farripas encharque o teclado com tanta baba depois de tantos elogios, vamos lá comentar o tópico!!

Sabia que Thibodeau era muito dedicado ao seu trabalho mas não ao ponto que refere o texto. Independentemente disso, e focando um olhar apenas sobre o trabalho que podemos ver, conferir e analisar (ou seja os Bulls em campo) apenas podemos dizer que funciona. Thibodeau é descrito como muito mau no que toca a organizar um ataque mas um exemplo de como construir um modelo impenetrável defensivamente. Em épocas anteriores apesar das muitas lesões que tem atrapalhado muito esta equipa ofensivamente a equipa tinha um DRose que assumia essa responsabilidade apesar da sua tenra idade já demonstra uma grande responsabilidade e liderança dentro do campo, coisa que nem aqueles que muitos afirmam ser o melhor jogador da actualidade (e é verdade) fez até ao ano passado Lebron).

Apesar da importância de Rose principalmente no ataque, Thibodeau conseguiu provar na temporada passada que a sua muralha defensiva pode resistir a qualquer adversário e compensar o mau ataque dos Bulls quando Rose não está. Devido a uma lesão (várias lesões) na época passada (2011/12) Rose quase não jogou, mesmo assim os Bulls tiveram uma das melhores campanhas da temporada. Como o Farripas refere, apenas os SAS conseguiram tal feito.

Este ano e apesar das muitas saídas que levaram a reconstrução do banco e a perda por lesão de Rose, Thibodeau conseguiu manter um bom nível na equipa e coloca-la entre as primeiras 4 do leste. Sem dúvida que é devido a sua qualidade como treinador e que conseguiu mostrar a todos que o mais improvável funciona se aplicado com qualidade, ou seja uma equipa que praticamente só defende e que no ataque são os próprios jogadores que tem do puxar pela cabeça para encontrar caminho até ao cesto.

Recordo-me que os Detroit jogavam também com todas as armas apontadas na defesa e mesmo assim conquistaram campeonatos.

Estratégias pouco prováveis e recomendáveis, mas o treinador certo pode fazer a diferença entre ganhar ou perder e Thibodeau é esse treinador.


Farripas, desculpa eu focar alguns pontos, dar exemplos, acrescentar algumas coisa...etc. Não o faço por mal mas sim porque quando aparecem tópicos deste genero dá-me muita vontade de escrever Razz

Antes de mais, deixa-me agradecer as tuas palavras. É por vocês gostarem do que escrevo que continuo a fazê-lo Smile

Claro que não levo a mal e são bem-vindos os teus pontos de vista. É para isso que as crónicas são Wink

Concordo com aquilo que disseste e deixa-me dizer que é injusto essa forma como Thibodeau é descrito no que toca a organizar o ataque. A especialidade dele é a defesa, como é óbvio, mas quem vê os Bulls regularmente sabe que ele é bom no que toca aos momentos atacantes. Os Bulls apenas não são melhores porque não têm um jogador tipo LeBron, Nowitzki, Wade, Bosh, Durant etc para acompanhar o Rose, alguém que consiga criar um lançamento sozinho. Muito tem feito ele com tão pouco talento ofensivo. Com talento na defesa, já todos sabemos o que faz.

___________________________________________
"With the third pick in the 1984 NBA Draft, the Chicago Bulls pick Michael Jordan from the University of Noth Carolina"
"In all those videos, you never just saw me, you saw...Scottie Pippen. Every championship i won." Michael Jordan's Hall of Fame speech
"With the first pick in the 2008 NBA Draft, the Chicago Bulls select Derrick Rose from the University of Memphis"
"Do your job" - Tom Thibodeau
avatar
Farripas
Vencedor de 5 Aneis
Vencedor de 5 Aneis

Masculino Mensagens : 1479
Data de inscrição : 03/10/2011
Idade : 28
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tom Thibodeau - Intensidade

Mensagem  Groove em Seg 24 Dez 2012 - 15:36

Já que falas na falta de alguém para além de Rose que possa criar uma jogada individual ou pelo menos que a finalize, devo frisar como opinião pessoal 2 jogadores (Deng e Boozer). Ambos são muito bons ofensivamente mas ambos pecam nesse campo nos últimos tempos.

Ainda me lembro de á uns 2 anos atrás falamos em um tópico sobre o ser ou não um SF com capacidade para ser titular, onde alguns membros (eu incluído) comentava-mos que daria um grande 6th man e que os Bulls deviam investir toda atenção num novo SF. Na última época Deng calou-nos. Deixou de ser o tal bom defensor e tornou-se um dos melhores senão o melhor jogador sem contar Rose. Aproveitou as lesões de Boozer, Rose, Noah e mais tarde a sua má fase, para ser de certa forma o principal ajudante de Rose quando este jogava e o líder em sua ausência. Apesar de lesionado durante grande parte da temporada actuou a um grande nível mas cai no playoff. Julgava que a manter esse nível podia voltar a liderar os Bulls este ano. Mas tal não aconteceu. Por alguns momentos no ano passado cheguei a afirmar que os Bulls tinham voltado a ter a dupla MJ23/Pippen, mas desta vez com os nomes de Rose/Deng (atenção que tanto um como outro estão muito longe daquilo que os eternos dos anos 80 e 90 foram). Neste momento não sei o que pensar. Rose pode não voltar ao nível de antes (esperemos que possa) e Deng não é o mesmo do ano passado.

Já Boozer é irreconhecível. Formava um trio fantástico em Utah ao lado de D-Williams, Kirilenko. Boozer era e ainda é acima de tudo um jogador muito competente ofensivamente e um bom ressaltador. Já a nível defensivo considero-o um bom jogador mas nada que seja digno de nota. O problema é que Boozer desapareceu no jogo ofensivo ao assinar pelos Bulls. Já não é o mesmo que foi em Utah e isso prejudicou a equipa, pois não estava previsto tal acontecimento. Mas para nossa surpresa Boozer aproveitou a quebra de forma de Deng este ano e voltou aproximar-se daquele jogador dos tempos de Utah. Ainda bem.

Para terminar, acho que os Bulls até tem algumas opções para ajudar Rose, o problema é a sua irregularidade. Se Boozer voltar a ser o tal homem dos tempo de Utah e Deng voltar a jogar como na temporada passada, os Bulls podem claramente considerar-se um candidato ao título, pois esta equipa só peca no que ataque diz respeito pois defensivamente não há outra na NBA, graças obviamente ao seu treinador.

___________________________________________
"When ignorant folks want to advertise their ignorance, you don't really have to do anything. You just let them talk. That's what happened here." Barack Obama
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tom Thibodeau - Intensidade

Mensagem  Farripas em Seg 24 Dez 2012 - 16:10

Em relação ao Deng, fica a curiosidade de que quando estava no liceu era considerado o nº2 nos EUA. o 1º? LeBron James...

O Deng mostrou aquilo que vale no sistema do Thibodeau (daí aquilo que disse antes que o TT é bem melhor ofensivamente do que dizem), algo que não acontecia no sistema do Vinny Del Negro, em que o Deng tinha que estar no canto a lançar triplos.


Em relação ao Boozer, também tem um pouco a ver com o sistema. É verdade que jogava com o D. Williams, mas as jogadas ofensivas em Utah eram PRACTICAMENTE TODAS à volta do Boozer. Nos Bulls, o ponto principal é o Rose. É verdade que desceu, também tem que ver com o próprio sistema. Na primeira época os números não foram assim tão distantes dos de Utah, mas o ano passado e este ano, sim é verdade, desceu e MUITO.

___________________________________________
"With the third pick in the 1984 NBA Draft, the Chicago Bulls pick Michael Jordan from the University of Noth Carolina"
"In all those videos, you never just saw me, you saw...Scottie Pippen. Every championship i won." Michael Jordan's Hall of Fame speech
"With the first pick in the 2008 NBA Draft, the Chicago Bulls select Derrick Rose from the University of Memphis"
"Do your job" - Tom Thibodeau
avatar
Farripas
Vencedor de 5 Aneis
Vencedor de 5 Aneis

Masculino Mensagens : 1479
Data de inscrição : 03/10/2011
Idade : 28
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tom Thibodeau - Intensidade

Mensagem  Groove em Qua 26 Dez 2012 - 14:57

@Farripas escreveu:

O Deng mostrou aquilo que vale no sistema do Thibodeau (daí aquilo que disse antes que o TT é bem melhor ofensivamente do que dizem), algo que não acontecia no sistema do Vinny Del Negro, em que o Deng tinha que estar no canto a lançar triplos.

Sem dúvida, porque o melhor de Deng é a defesa, e com o sistema de Thibodeau o jogo de Deng subiu. Já a nível ofensivo não, ou pelo menos não se comparamos com o nível que já nos mostrou que pode atingir (época 2011/12).

Quanto ao Boozer, também concordo contigo quanto ao jogo dos Bulls passar pelo Rose e só depois pelo Boozer. No entanto, sem o Rose alguém tem de ser a primeira opção e isso era a oportunidade que Boozer precisava, acontece que tal não aconteceu, o que me leva a crer que algo não funciona no seu jogo, seja o sistema de jogo, uma má fase (que dura a demasiado tempo) ou outra coisa qualquer.

Quem tem aproveitado a lesão do Rose este ano é o Noah. A nível defensivo não o vejo tão duro como em outros anos mas no ataque esta bem melhor.

Acho que o Thibodeau deve lamentar a saída do Brewer. Era uma boa opção no seu sistema devido a ser um bom defensor, e ao mesmo tempo é um jogador muito imprevisível no ataque o que muitas vezes era necessário, para destabilizar a defesa adversária, mesmo que nessa jogada a bola não passe por ele.



___________________________________________
"When ignorant folks want to advertise their ignorance, you don't really have to do anything. You just let them talk. That's what happened here." Barack Obama
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tom Thibodeau - Intensidade

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum