NBA Portugal
<div align="center">
<span style="font-size: 16px;">Caro membro, <br /><br />Se quiser contribuir e ajudar o fórum, pode aqui faz um pequeno donativo para renovação do dominio do Fórum.<br /> Todas as suas doações garantirão a continuidade e a fidelidade deste fórum. <br /><br />O Administrador</span>
</div>

<p>
<div align="center">
FAZER DOAÇÃO<br><a href="html_images.asp" http://nba-portugal.forum-livre.com/buy-credits>CLIQUE AQUI</a>

Groove Classic Team

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Que acham deste projecto?

50% 50% 
[ 1 ]
0% 0% 
[ 0 ]
50% 50% 
[ 1 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
 
Total dos votos : 2

Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Sex 28 Mar 2014 - 16:21

Correndo o risco de encher esta secção do fórum de posts sem qualquer interesse, vou passar a postar um resumo de jogos de um association que estou a jogar.

Resumidamente e só para que fique claro, não assumo nenhum compromisso a nível de dias a que vou postar, quantos jogos por dia/semana. Tudo será quando tenha tempo e é possível que nem sempre seja com a mesma equipa. Basicamente, vou debruçar-me sobre 4 equipas mas sem comentar todos os jogos. É natural que poste mais sobre uma que outra quase que inconscientemente, devido a interesse ou gosto pessoal.

Basicamente, vou agir quase como se fosse um comentador de jogos, um jornalista e um crítico desportivo num só. Qualquer dado aqui escrito é da minha autoria e nada tem a ver com qualquer frase/palavra/declaração do jogador seja ela qual for na vida real quere seja como atleta ou após abandonar a actividade. Tudo não passará de ficção inventada por mim com excepção do resumo do jogo.

Antes de mais, devo informar que o jogo vai ser o NBA 2K13 com a base de dados original.

Basicamente o que fiz foi seleccionar 26 equipas das +30 clássicas disponíveis. Tive em conta as estatísticas dos jogadores para tentar evitar colocar equipas cujos seus jogadores já estivessem em fase final de carreira e como tal longe de fazerem grandes jogos. Isto tinha influencia principalmente a nível dos Bulls e LAL dadas as inúmeras equipas disponíveis. Como é obvio existem jogadores que vão aparecer mais que um vez e como tal vou evitar publicar jogos que envolvam esses jogadores e quando o faça (caso o jogo tenha sido no mínimo inexplicável) vou frisar o ano a que respeita cada um.

Como sabem quase todas as equipas clássicas tem 3 ou 4 jogadores criados pela 2K Games devido a ausência de licença para usar o nome de alguns jogadores. Por esse motivo resolvi substituir esses jogadores por jogadores actuais com overall 60 (ou menos- raros casos acima de 60 devido a falta de jogador com -60) sendo a grande maioria deles FA. Ao fazer esta substituição tive em conta a posição dos falsos jogadores (os criados pela 2K), para evitar beneficiar um roster a outro. Ou seja se a 2K tinha 3 jogadores (C/C/PG) e substitui por jogadores de 60 nessas mesmas posições.

Algumas equipas classicas ficaram de fora devido ao terem apenas um jogador em destaque o que sabia a partida não tinham condições para chegar ao playoff (olhando apenas ao overral dos jogadores) e por isso não deviam ser nada além de o saco de pancada das restantes, como foi o caso dos Bucks de O.Robertson ou os Cavs de Price (estes foram questionáveis a nível de ausência).
Para colmatar estas ausências tomei por iniciativa enviar para FA os principais jogadores das equipas clássicas. Caso faça uma segunda temporada ficam então disponíveis para ser contratados por qualquer equipa (sei que tira a piada mas pronto, nada é certo).

Jogo PC de 12min, dificuldade All Star, Sliders são os que uso desde Fevereiro do ano passado e até que se consegue números mais ou menos reais quando jogo com equipas actuais, trades desactivadas para que as equipas controladas pelo PC não contratem nem troquem jogadores, assim como as lesões estão desactivadas (para evitar lesões nos principais jogadores e corra o risco de ver equipas como os Bulls 95 ficarem fora do playoff porque o MJ se lesionou durante meses por exemplo). A parte das lesões será activada caso faça uma segunda temporada.

Como disse só seleccionei 26 equipas classicas, logo as 4 restantes são actuais (12/13). As escolhidas foram:
- LAL: Será que Kobe/D12 vão dominar quando enfrentarem os grandes Centers do passado?;
- OKC: Westbrook/Durant são uma dupla temida, além da franquia ter umas contas ajustar com os Sonics (não é verdade?);
- MIA: Três anéis de campeão (no jogo apenas 2), além de terem o melhor jogador da actualidade e um ajudante que na realidade tem visto o seu jogo cair, mas na ficção continua a dar muito trabalho quando enfrentamos os Heat;
- NYK: A curiosidade de saber se Melo continua um scorer e a dar trabalho aos craques de antigos tempos, além de ver como se porta Kidd na disputa das assistências com Stockton e Magic como principais rivais.

A parte mais trabalhosa terminada chegou a hora de criar a temporada. As principais equipas clássicas substituíram as actuais sendo as restantes dividias pelas varias divisões respeitando a conferencia a que pertencem com excepção dos Bulls 84 (salvo erro) que por falta de lugar no Este foi parar ao Oeste.

Objectivo: Apesar de ser algo irreal, ainda mais sendo isto um jogo de computador. As estatísticas são criadas por homens que beneficiam ou prejudicam determinados jogadores, além da inexistência do factor psicológico.
No entanto, não deixa de ser bonito de se ver jogadores que nunca tiveram oportunidade de se defrontarem devido as suas gerações, poderem medir forças e ver que é melhor. Assim, vamos escolher as nossas equipas favoritas e vamos torcer por elas, porque a época é longa e ainda agora vai começar.

Nota: As 4 equipas que vamos acompanhar mais em pormenor serão: BOS 64 (B. Russel), LAL 86 (Magic), ORL 94 (Penny Hardaway/Shaq.),e CHI 95 (MJ/Pippen/Rodman). Posso fazer algum comentário baseado nos resultados, mas estas são as equipas que vamos acompanhar.

Por quem vais torcer?


Última edição por Groove em Seg 31 Mar 2014 - 15:54, editado 2 vez(es)
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Sex 28 Mar 2014 - 16:25

Reservado
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Sex 28 Mar 2014 - 16:25

NYK 94 vs Boston 64. Jogo na minha opinião bastante real, seja muito próximo aquilo que aconteceria se fosse possível ambas as equipas enfrentar-se na realidade. 1º quarto bastante equilibrado mas um destaque nos NYK (Ewing). No 2º quarto a qualidade defensiva dos Boston continuou e os NYK começaram a ficar para trás no marcador. 3º Boston continuou a manter o empenho defensivo e o mesmo continuou até á segunda metade do 4º quarto quando Boston fez descansar os seus principais jogadores. Nessa altura mantendo os NYK os seus principais jogadores, conseguiu minimizar a diferença de +20pts de desvantagem para cerca de 10pts. Como obvio Boston ganhou com alguma vantagem.

O que me surpreendeu neste jogo (pode ter sido apenas uma má noite dos NYK ou um jogo acima do normal a nível defensivo), mas certo que Russel teve imensas dificuldades para travar Ewing, também é verdade que este foi o único jogador dos NYK a fazer alguma coisa ao longo de todo o jogo (25pts e 12reb dos quais 5offreb)...todos os restantes jogadores dos Knics falharam redondamente com péssimas eficácias de lançamento tanto FG como 3pts. Além disso as infiltrações de R. Harper (exemplo) raramente terminaram dentro do garrafão pois este era fortemente protegido sempre que este ou outro qualquer jogador tentava infiltrar. Parece que o forte jogo defensivo dos Boston tal e qual como acontecia nos anos 60 foi crucial neste primeiro embate, anulando os jogadores de perímetro do adversário, permitindo apenas a P.Ewing alguma actividade ofensiva (em parte graças ao próprio mérito de Ewing).
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Sex 28 Mar 2014 - 16:25

SAC 01 (97) vs (100) CHI 95
Records e final estrondoso.
Acho que estas são as palavras certas para descrever este embate. Sacramento iniciou o jogo com prego a fundo liderado P. Stojacovic (69pts (19/27 (3pts)– 6reb). Nada nem ninguém podia trava-lo. Pior só quando Harper e MJ tiveram de ser substituídos ainda a meio do 1ºquarto devido a faltas. No segundo quarto os Bulls encostam nos Kings acabando ainda por passarem para a frente. Em parte devido aos lançamentos médios/longos de MJ e a um trabalho defensivo muito competente dos CHI que conseguiram anular todos os jogadores de SAC com excepção de P. Stojacovic.

Na segunda parte acontece o inesperado. Os Kings recuperam da desvantagem e acabam por assumir a liderança até aos minutos finais, quando a sua vantagem andava pelos 10pts. Foi nesta hora que MJ acordou (39pts), pegou na bola debaixo de braço e disse para os companheiros de equipa “chegou a minha hora…recuperem a bola e passem-ma…a partir dai a responsabilidade é minha”. Se bem o disse melhor o fez. MJ marcou e marcou e conseguiu levar os Bulls a passarem novamente para a frente. O desaparecimento de P. Stojacovic nos últimos 3 min e os lançamentos forçados de M. Bibby prejudicaram claramente os Kings. Com 52segs para terminar os Kings acordam mas os Bulls mantem-se atentos. Chegou a hora do agora marcas tu depois marco eu.
MJ marca 2pts, mas P. Stojacovic responde. Volta MJ de 3pts e nova resposta de P. Stojacovic. MJ volta atacar tentando marcar numa infiltração mas é travado em falta, mesmo assim consegue lançar e marcar. Da linha de lance livre crava mais um. Desconto de tempo p/Kings, no regresso cravam um triplo. E passam para a frente do marcador com 3pts de vantagem. Desconto de tempo para CHI. Com 5’2seg Rodman repõe a bola em jogo e MJ crava mais um triplo. Restavam 2’3seg para o final. Desconto de tempo para SAC. A jogada tinha de ser muito bem estudada, era a ultima hipótese para empatarem e não podiam falhar. Os Bulls, olham atentamente para P. Stojacovic que era de longe o adversário mais perigoso nesta noite. Com Pippen a fazer uma marcação apertada Divac repõe a bola em jogo para Bibby, mas este força o lançamento apesar da forte marcação de Harper (não tinha tempo para mais nada), mas falhou e coloca um ponto final no resultado.

Os Kings são derrotados e apenas se podem queixar deles mesmos. Aproveitaram a ausência por falta de MJ, mas deixaram-se apanhar. No 4º quarto perderam em pontos, perderam na luta das tabelas quando Rodman ganhou todos os ressaltos que podia deixando Divac completamente fora de sí. Como se não basta-se Bibby e Jackson estiveram totalmente apagados durante todo o jogo com uma FG% a rondar os 10%. Mas não só eles foram culpados. O banco esteve muito mal e Divac (9pts e 4reb) nunca se impos no garrafão apesar de L. Longley quase não ter jogado por opção do treinador que preferiu usar Kukoc para reforçar o perímetro dado os muitos lançamentos triplos do adversário, nomeadamente de P. Stojacovic.

MVP: MJ.
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Bártolo em Sab 29 Mar 2014 - 17:43

Classico meu amigo!  Basketball 
avatar
Bártolo
NBA Dream Team
NBA Dream Team

Masculino Mensagens : 1898
Data de inscrição : 26/08/2009
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://www.nbapotugal.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Seg 31 Mar 2014 - 14:05

Numa noite extremamente fria, nada melhor que ficar em casa num ambiente confortável e assistir a um encontro que memorável.

O jogo mais esperado da noite foi na prática mais espectacular do que o esperado:
Os BOS 64 visitam CHI 95 para um dos confrontos mais esperados de sempre. Duas fortíssimas candidatas ao playoff para não dizer ao título. Duas franquias que levam o termo defesa ao extremo mas com dois estilos muito destintos. Quem poderia vencer? Se uma votação tivesse saído provavelmente daria empate. Ambas vinha de uma vitória. Se a de Boston tinha sido tranquila sobre os NYK 94 a de Chicago tinha sido ponto a ponto, mas nem por isso menos merecida. Quando a bola subiu os pensamentos foram automáticos MJ ou B. Russel vai sair sorridente no fim do confronto?

Vamos ao jogo. Bola ao ar e L. Longley conquista a posse de bola. Será que Longley com este inicio iria arrasar? Pois a resposta é não. A única coisa que fez durante todo o jogo deve ter sido essa primeira posse de bola (sem contar com 2 ressaltos). Com um inicio tímido de parte a parte, e um olhar muito atento tanto de Russel e companhia sobre MJ e Pippen, assim como de MJ e cia sobre todo roster de Boston. O primeiro quarto foi uma serie de turnovers e sem espaço para lançamentos. Os Bulls anularam bastante bem a jogadas de perímetro dos rivais, onde estes eram mais perigosos. Já os Boston fecharam bem o garrafão evitando que Longley/Wellington e Rodman conseguissem segundas oportunidades de lançamento fechando também o perímetro deixando apenas um pouco mais livre o jogo de 3pts dos Bulls onde estes não seriam uma tão grande ameaça.

Poucos pontos foram vistos durante toda a primeira parte. O destaque desta, foi mesmo o trabalho defensivo e o cuidado ofensivo de parta a parte, efectuando lançamentos mais seguros, dada agressividade defensiva.

Na segunda parte tivemos o verdadeiro espectáculo. O taco a taco da primeira parte transformou-se em elevados parciais. Tanto Boston dava 8-0, como em resposta levava 10-0. Foi brilhante…, MJ voltou a mostrar porque é considerado o melhor de sempre na modalidade e Pippen porque é considerado o melhor co-ajudante que qualquer líder gostaria de ter. Juntos anotaram 70pts (MJ 40, Pip 30). Em parte este nível exibicional dos Bulls deveu-se não a um descuido defensivo dos Celtics mas sim a um aproveitamento da linha de 3pts dos Bulls. Como disse anteriormente Boston fechou-se muito bem dentro do perímetro não deixando os Bulls tirarem partido dentro de área e muito menos dentro do garrafão. No entanto e ao contrario da primeira parte os Bulls foram felizes de 3pts…a melhoria da eficácia de Pippen e MJ com um apoio de Kukoc foram fundamentais e cruciais.

Engane-se quem julgar que tudo foi uma maravilha para os Bulls. Apesar, da melhoria na eficácia na linha de 3pts os Bulls tiveram que suar muito. Isto porque Boston também conseguiu quebrar a defensiva dos Bulls com S. Jones e Havlicek a cravarem tiros muito certeiros de média distância. Os mais atentos devem ter reparado que esta melhoria ofensiva dos Boston não teve apenas os dois nomes citados como intervenientes…o nome que deu origem a destruição da defesa dos Bulls foi KC Jones. Sim, esse pequeno PG fez 10ass, sendo grande parte delas nesta fase. Também B. Russell aproveitou para marcar alguns pontos, quase todos como segundas oportunidades (ressalto seguido de cesto). Russell apontou 12pts, 10reb, 1bk, 1stl. Diga-se que o líder dos Boston foi crucial nesta fase aproveitando a fragilidade do adversário durante quase todo o encontro.

Nos minutos finais foi um” falha perdes”, mas na prática ninguém falhava. MJ marcava sistematicamente mas na resposta S. Jones não falhava. Com o jogo empatado a 10seg do final (92-92), Boston teria aquela que seria a ultima bola e se marca-se mantinha a invencibilidade. Jones recebeu a bola.., como esperado deixou passar alguns segundos. Russell vem fazer o block para libertar Jones, mas este corre mal. Harper apercebe-se e contorna o adversário saindo na frente de Jones. Jones dá um passo atrás e dispara. Faltava um seg e o silêncio tomou conta do pavilhão pela primeira vez no encontro. Soa a buzina final mas a bola tardava em cair no cesto…os nervos tomam conta dos milhares de adeptos dos Bulls que assistiam ao jogo e aos muitos outros que estavam em casa. Coca-colas foram derramadas, cervejas perderam a espuma, bocas ficaram abertas, lagrimas corriam pela angústia…parecia um jogo 7 de uma final de playoff. Ao fim ao cabo estavam duas das mais espectaculares equipas da historia da NBA. A recordista de vitorias da historia (CHI) e a equipa que mais anéis conquistou ao longo da historia, sendo que os intervenientes deste encontro foram responsáveis pela maioria dos títulos da franquia (BOS). Era angustiante ver aquela bola atira por S. Jones no ar.
Para alegria dos adeptos dos Bulls a bola bate no aro e ressalta para fora.

A desilusão estampada no rosto dos Celtics era inevitável. Todos correram e deram uma palmada nas costas de Jones como que a reconforta-lo. Afinal, precisavam dele mentalmente bem, para o prolongamento que se iniciaria dentro de minutos.

Bola no centro e uma vez mais mas Russell desta vez leva a melhor o que irritou o treinador dos Bulls. A primeira oportunidade Longley é substituído novamente por Kukoc que leva Rodman (4pts e 14rb) para center. Se Kukoc não trouxe nada aos Bulls, já Rodman aproveitou para não permitir segundas oportunidades aos visitantes, dentre os poucos cestos não concretizados. Apesar disso, Boston levou a melhor…voltaram a defender como na primeira parte e beneficiaram do arrefecimento da mão de Pippen e do pouco espaço deixado a MJ. O Jogo termina com um 107 – 102 em parte devido ao não aproveitamento dos Bulls.

MVP: Havlicek (23pts, 10 reb, 2ass, 2stl).

Russell e cia saem com um enorme sorriso. Já MJ era a desilusão…no primeiro embate contra uma das melhores equipas da historia e forte candidata a uma final são derrotados. Apesar de tudo, deixou claro que os Bulls podem ganhar no próximo confronto…, faltam 3 até ao final da temporada regular.

Alguém quere apostar quem vencerá os próximos 3 confrontos?
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Seg 31 Mar 2014 - 15:44

Já de madrugada assistimos a outro grande jogo…recheado de estrelas, não tanto espectacular com o BOS 64/CHI95.

Magic e cia (LAL 86) viajaram até Golden Stat para enfrentar os Warriors (GSW 90).
Um jogo que se esperava interessante. Duas equipas com algumas debilidades no garrafão, mas fortíssimas em todas as outras áreas. Se de LAL esperávamos assistências deslumbrantes de Magic, do outro lado o trio T. Hardaway, Richmond e Mullin fariam estragos. Mas tudo não passou de partidas da nossa mente tendo em conta o que conhecemos dos seus intervenientes. Logo no inicio do jogo Magic levou Richmond e Mullin para o banco como problemas com faltas. Basicamente os Warriors lançavam, falhavam, K. Rambis ganhava o ressalto deixava para Magic e este fazia duas cosias: 1- Passava a Worthy e este marcava 2- Partia com tudo para cima dos adversários e sofria falta…era inevitável.

Sem dois elementos do trio os LAL liderados por Worthy e mais tarde por Magic acabaram logo na primeira parte com o jogo. Mullin praticamente não jogou devido a faltas mas Richmond ainda tentou equilibrar as coisas na segunda parte (30pts). Mas de pouco valeu. Com um 4º quarto onde os LAL fizeram descansar os seus principais jogadores, os Warriors diminuíram a desvantagem que chegou a bater nos 30 pts. Resultado final LAL86 (112) x (97) GSW90.

MVP: Magic (24pts, 10ass, 3reb, 2 stl, 2blk)

Com este resultado LAL86 passa a ter 2win em dois jogos, já os GSW tem 2 derrotas em também 2 jogos.
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Seg 31 Mar 2014 - 15:44

Depois de uma grande partida de D. Scott no primeiro jogo da temporada, os Orlando Magic 94 preparavam-se para mais uma noite que esperavam ser de glória. E foi.

Receberam e acabaram em apenas 3 quartos com os Blazers (90). Com um início de jogo meio atrapalhado, rapidamente ORL resolveu ter atenção aos descuidos. Estávamos a meio do primeiro quarto e os Blazers começavam a tentar assumir a liderança do marcador. Subitamente Shaq Attack resolveu dar um novo ânimo a partida. Se a bola não caia de longe, Shaq ganhava o ressalto e pontuava. Fê-lo 3 vezes consecutivas levando ORL para a frente do marcador e obrigando o treinador dos Blazers a pedir desconto de tempo e a mexer a equipa. Mas nada parava Shaq. Depois de um jogo meio apagado no primeiro jogo da temporada, Shaq. voltou ao que nos habituou…liderou e dominou o garrafão (27pts 12reb e 1blk- eleito o MVP do encontro). Os Blazers tentaram trava-lo com todo arsenal que tinham (B. Williams, C. Robinson, M. Bryant e K.Duckworth)…mas nenhum teve o efeito pretendido. Ou melhor, tiveram, desgastando Shaq, que por inúmeras vezes foi substituído claramente desgastado. Mas sempre que saia ORL encontrava outra solução (Penny) que uma vez mais voltou a brilhar (21pts, 10ass, 2stl) e D. Scoott (20pts), além de B. Shaw (13pts, 4ass – um 6th mn a altura).

Do lado dos Blazers em destaque tiveram Drexler (28pts), Porter (22pts 8ass) e B. Williams (10reb o único que segurava ainda que ligeiramente Shaq.).

Por encontra-se agora com 1-1 enquanto os ORL conquistam a 2º vitória em 2 jogos.
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Seg 31 Mar 2014 - 15:45

D. Wilkins continua bem, mas os ATL continuam sem saber o que é vencer. Fomos tentar saber o que se passa.

P: Este início não tem sido como esperado, o que esta a correr mal?
R: Um pouco de falta de sorte. Temos jogado bem tanto a nível colectivo como individual, mas os adversários têm estado sempre um passo a frente. Vamos continuar a trabalhar porque uma hora dá resultado…espero que seja já no próximo jogo).

P: E se não ocorrer a vitoria nos próximos jogos, qual a solução?
R: Trabalhar e trabalhar mais ainda. Você esta agueirar-nos (risos)?

P: Não de forma alguma (risos). Uma ultima pergunta, acha que consegue manter o nível individual que demonstrou nos primeiros jogos?
R: Importante não é eu manter o nível mas sim o grupo continuar com o trabalho árduo como até agora.

Fomos até San Antonio para uma entrevista com um dos jogadores em maior destaque desta primeira semana (D. Robinson).

P: Que acha do desempenho de Duncan?
R: Epa o Tim é o pupilo que qualquer veterano gostava de ter. Joga mais que eu (risos, muitos risos).

P: Acha que a equipa pode continuar a este nível?
R: Não só acho como tenho certeza. O que estamos a fazer é algo normal para nós e tentamos explorar as fraquezas do adversário. Se apertam a marcação em mim libertam o Tim, se não o libertarem deixarão o Eliote ou o Vinny…só temos de aproveitar. De qualquer forma é difícil jogarem contra nós porque somos dois jogadores de garrafão (Robinson/Duncan) e por isso existe muito força no espaço tão pequeno. Marcar os dois é difícil e é ai que temos uma vantagem. É questão de sermos inteligentes e aproveitar-mos isso a nosso favor.

P: São candidatos ao anel?
R: Ainda é cedo, mas acredito que somos uns dentre as muitas candidatas.

P: Qual o adversário que mais teme? Refiro-me a jogador independentemente da posição.
R: Acho que o meu rival continua a ser o Ewing. Somos da mesma geração e fomos rivais muitos anos. No entanto e neste caso existem muitos jogadores que individualmente nos podem trazer problemas como MJ, Baylor, Chamberlain, Olajuwon, Mourning, Iverson, Bird entre outros. Primeiramente temos de minimizar os danos que nos façam, porque anular qualquer um deles é quase impossível.

Uma das mais fracas franquias e que foi muito questionável aquando da sua escolha foram os 76ears de 2000. Foram escolhidos mais pelo desempenho de Iverson que propriamente por terem sido uma equipa dominante. Muitos disseram inclusive que só foram escolhidos para que MJ tivesse alguém com quem brigar pelo trofeu de melhor marcador.

P: Ola Iverson, apesar de não terem ganho nenhum jogo, acho que a situação se pode inverter?
R: Sim, na teoria somos a equipa mais fraca, no entanto provamos que apesar de uma equipa fraca chegamos longe nos playoff. Levo isto como um teste e espero dar a volta por cima.

P: Qual o ponto forte da equipa?
R: Eu diria que o Muttombo. Certo que ele é um veterano e esta longe dos tempos dos Denver, mas tem muita experiencia e ainda sabe dentro das suas já limitações físicas segurar o garrafão. Acho que ele e o Hill vão ser uma mais valia nesse campo, pois podem segurar ou pelo menos travar o mais fortes C da liga, coisa que muitas equipas não tem com é o caso dos Bulls 95 que são uns dos mais falados para conquistarem o anel, ou até mesmo os LAL86.

P: Qual é para si a equipa que vai conquistar mais vitorias na temporada regular?
R: Nós (risos). Uma pergunta difícil. Eu diria que existem varias candidatas, mas talvez BOS64, SAS98 ou LAL 71.

P: E o playoff?
R: Ui.., acho meio difícil advinhar. Pessoalmente queria que fossemos nós por motivos óbvios, mas não sou assim tão imbecil para ver que só com alguma sorte. Podemos sim surpreender e chegar ao playoff apesar de tudo apontar para que não cheguemos, agora ganhar não. Eu diria que BOS64, afinal aqueles senhores ganharam “N” campeonatos nos anos 60. Nenhuma outra equipa aqui presente nem na história ganhou tanto.

P: E não tem uma segunda equipa candidata a vencer?
R: Bulls95, Bulls92, SAS98 ou talvez LAL74.


Outra equipa que estará fora dos playoff pelo menos a teoria são os Utah98. Fomos falar com J. Sloan (treinador).

P: Foram uma equipa incrível, com duas finais da NBA perdidas para os Bulls. No entanto agora são uma das equipas, que se espera ficar fora dos playoff. Acha credível?
R: Acho que as pessoas subestimam pela negativa o nosso grupo. Temos uma das maiores duplas de sempre da NBA…não acha que isso só por si não intimida?

P: Claro que sim, mas será suficiente? Os primeiros resultados dizem o contrário.
R: No final da temporada voltamos a falar. Se fomos ao playoff fica-me a dever um jantar (risos)!

P: Um dos problemas desta equipa é o jogo interior. Nesta temporada vão ter de enfrentar alguns dos mais temidos Center’s da história. A fragilidade dos Jazz nesse campo não será prejudicial?
R: Sim e não. Vejamos, nem todos os poderosos C estão nesta temporada. Outros estão em final de carreira e como tal não tão perigosos. Além disso, muitos dos C que todos falam eram excelentes defensores, mas isso não significa que fossem dominantes ofensivamente falando. Ora, se defenderem bem mas forem nulos no ataque podemos sair vencedores, pois mesmo tendo essa fragilidade esta não nos afecta todas as noites com algumas excepções. Nós fomos a duas finais nessas circunstancia enfrentando esses C dominantes e perdemos o anel para uma equipa cuja debilidade era precisamente igual a nossa…no mínimo curioso e incompreensível, não é?

P: Falamos com o Iverson e ao contrário de si aceita o facto de não ir ao playoff apesar de estamos a falar em uma fase ainda muito inicial. Para o Jerry (Sloan) isso não faz sentido e apontou o facto de ter uma dupla constituída por Stockton e Malone. Mas, e se as coisas acontecerem como esta previsto teoricamente e falharem o playoff?
R: Como disse se isso acontecer sou eu que lhe fica a dever o jantar. No fim da temporada falamos e vimos quem paga o jantar a quem.

P: Vou insistir apenas mais uma vez. Já pensou bem na sua conferência? São várias equipas dos LAL qual delas a melhor. Juntamos uma equipa dos Bulls que foi transferida para o Oeste. Anexamos OKC, Sonics, SAS, HOU etc. Mesmo assim continua achar que as estatísticas teóricas que demonstram que Utah vai falhar o playoff são apenas isso…teorias?
R: Acho que os Bulls 86 não tem chance, ainda se fossem os de 92 ou 95 (ou 97 se tem sido incorporados na temporada o que não aconteceu). Agora esses que fala não chegam ao playoff. Dos LAL tenho de concordar, qualquer uma dessas equipas, incluindo actual pode e vai lutar pelo playoff, SAS também assim como HOU, OKC…etc. E nós também. Esta conferencia tem uma coisa a seu favor. Como são muitas para não dizer todas as franquias são candidatas ao playoff. Isso significa que de uma forma ou de outra são muito comparáveis umas as outras fazendo com que nenhuma se destaque, aumentando as chances de qualquer uma delas, incluindo nós chegar ao playoff. Por essa razão apostei um jantar consigo. No fim da temporada vimos quem ganha.

P: Não escolha nenhum restaurante muito caro caso chegue ao playoff (risos)!
R: Já esta com medo…afinal sabe que tenho razão (risos)!


Que também foi entrevistado foi o astro dos MIA (LeBron James). Numa entrevista ao telefone, Lebron, confirmou a sua euforia por ter a oportunidade de medir forças com alguns dos nomes históricos e poder mostrar a sua qualidade. Diz-se ansioso por defrontar MJ, Magic, e Bird que são por muitos considerados os 3 melhores de sempre. Garantiu também que a sua equipa tem forte possibilidades de chegar ao playoff inclusive de chegar a uma final de conferencia. Quando confrontado contra quem gostava de jogar essa final Lebron respondeu (CHI95).

Também falamos ao telefone com Carmelo, que diz ser difícil enfrentar jogadores tão duros, e de tanta qualidade todas as noites mas acredita nas hipóteses de chegar ao playoff frisando que ainda existe um longo caminho para percorrer. Garante também, estar ansioso pela votação para o ASG. Quem não esta?
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Seg 31 Mar 2014 - 15:50

Em breve colocarei umas imagens só para dar mais cor. Não o fiz ainda porque não faço ideia onde ficam as fotos tiradas do jogo. Não encontro pasta nenhuma com elas.

Mensalmente ou semanalmente (falo do jogo) colocarei também o jogador da semana/mês e alguma foto dos líderes estatísticos. Vou ter de fazer com máquina fotográfica pelo menos até descobrir onde vão parar as fotos que tiramos directamente do jogo. Se alguém souber que diga.

Votem no questionário acima e deixem a vossa opinião.
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Ter 1 Abr 2014 - 10:35

Em mais uma noite de competição, assistimos a um jogo sem pingo de sal. Os LAL86 receberam os Utah Jazz98. De um lado Stockton e Malone, do outro Magic e Worthy. No mínimo esperava-se um grande espectáculo. Na pratica…, bem na pratica foi um péssimo jogo.

UTA- 35% FG, 2/8 %3pt e 36 ressaltos. A uma primeira vista quem não viu pode achar que isto se deveu a um grande jogo dos LAL…, mas não foi bem o caso.
LAL- 39% FG, 1/7 3pt%, 12/12 FT e 48ressaltos (14 off). Tirando os ressaltos foi um mau jogo também dos LAL.

Na primeira parte o jogo foi muito mal. A dupla de Utah esteve quase nula e apenas Hornacek mostrou algum empenho. Do lado dos da casa Worthy como tem acontecido em todos os jogos a entrar muito bem no jogo mas a jogar quase sozinho (teve um pequena ajuda de Rambis e AC Green nas tabelas e pouco mais). No entanto e apesar de mal os LAL beneficiaram do jogo ainda pior dos adversários e terminaram a primeira parte com a incrível vantagem de 41-26.

Regresso do intervalo e as coisas só pioraram para ambos os lados. Foi uma chuva de bolas perdidas (nem parece que estavam em campo dois dos melhores passadores de sempre Magic/Stockton) além dos inúmeros lançamentos falhados. Na segunda metade do terceiro quarto e após algumas substituições Malone começou acertar no cesto. O jogo estava a 47-31 para os da casa (LAL). Nos últimos 3/4min do 3º quarto e até a 8min do quarto Utah colou nos LAL 61/63. Malone foi um dos responsáveis (16pts 12 res), mas teve uma preciosa ajuda de Hornacek (20 pts e 3stl) e S. Anderson (8pts mas cravados nesta fase de recuperação), pelo meio ainda beneficiaram de alguns ressaltos de G. Ostretag.

Com 8min para jogar os LAL não sabiam o que fazer. Nem Worthy (19pts marcados (17 deles na primeira parte)), nem Cooper (mal sabiam a importância que iria ter nos últimos minutos), nem Magic. Depois de 2 descontos de tempo apareceu finalmente o homem que iria fazer crescer o jogo dos LAL (D. Scott). Saltou do banco para cravar 3 cestos consecutivos. Com eles, além de trazer os LAL de novo ao jogo serviu de incentivo para Cooper (cravou mais 5pts (11pts no total), e Magic (14pts 3reb, 4ass, 2blok - MVP). Com este nível o jogo chega ao final e os da casa vencem (69-83).

Um jogo pobre de espectáculo, números e principalmente de estrelas apagadas. Parecia que estávamos assistir um jogo de basket de amadores tirando os minutos finais.

Com este resultado os UTA somam a primeira derrota (3-1). Recordo que nas sondagens feitas antes do início da temporada os finalistas vencidos de 97 e 98 eram apontados como uma das equipas que ficariam fora dos playoff. Apesar disso, tiveram um inicio de 3 vitorias nos seus primeiros 3 jogos.
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Qua 2 Abr 2014 - 15:46

Mais um grande jogo dos Celtics de 64. A questão é, que vai conseguir travar esta demolidora equipa?

Ao 4º jogo da franquia apareceu-lhe diante mais um dos candidatos ao anel (LAL 71) (recordo que BOS enfrentou e ganhou aos Bulls95 outra das mais fortes candidatas ao anel). Em 4 jogos era o 2º de dificuldade mais dura.

Boston tinha tudo contra, de viagem pelo lado Oeste dos EUA, enfrentava uma das mais perigosas franquias da season, além do cansaço dos primeiros 3 jogos quase consecutivos.

Vamos passar ao resumo do jogo.
No 1º período só vimos Lakers. A turma de LA jogou, driblou, pontuou quase sempre que teve oportunidade. Se West esteve quase sempre sentado no banco com problemas com faltas, já Chamberlain (22pts, 14reb (12off), 1blok), jogou quase todos os 12min a um nível que só os grandes podem e conseguem jogar. Do lado dos visitantes assistimos a um jogo muito pacifico a nível defensivo que permitiu aos LAL ganharem alguma vantagem.

2º período e novamente os LAL a manterem o nível, no entanto Boston melhorou defensivamente e causou mais problemas aos da casa. Liderados por D. West (18pts 1stl, 2ass) e Goodrich (20pts, 3ass, 2stl) LA manteve-se na frente terminando a primeira parte com a vantagem de 41-56.

Na segunda parte tivemos o revés da medalha. Boston continuou a melhorar em ambos os lados do campo voltando a ser aquela equipa que conhecemos. Com um desempenho fantástico de S. Jones (22pts, 3stl e 4 ass), Havlicek (25pts, 4reb, 2ass), Russell (10pts 11reb e 2 blk), S. Sanders (15pts, 11reb), Heinslon (14pts, 3reb ½ 3pts) Boston recuperou e terminou o 3º período com a ligeira desvantagem de 69-71.

No ultimo quarto do encontro Boston manteve o nível e consegue anular Goodrich/West/Baylor (9pts 5reb) mas não consegue anular Chamberlain. No entanto Chamb. pouco podia fazer. Boston passa para a frente e limita-se a gerir o resultado. O jogo termina com o resultado de 98-91 para Boston.

Boston soma a 4ª vitória consecutiva e continua a exibir-se ao nível de um verdadeiro campeão. Já LAL71 soma a primeira derrota em 4 jogos, mas continua a mostrar que tem forças mais que suficientes para ir ao playoff e quem sabe chegar a final do mesmo.

Mais uma prova de fogo para Boston e novamente vencedores. Para já derrotaram duas das principais candidatas ao anel…conseguirão manter este nível até ao final da temporada?
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Sex 4 Abr 2014 - 12:13

Em mais uma noite de NBA acompanhamos duas equipas muito interessantes. Os ORL94 viajam até Chicago para enfrentar os Bulls95.

Frente a frente Penny/Shaq. vs MJ/Pip. De um lado azul do outro vermelho. Qual das cores iria cobrir o ecrã dos nossos televisores no final do encontro? A grande maioria diria que CHI95, porque a sua história é inegável, mas uma pequena maioria votava a favor dos ORL94.

Ainda durante o aquecimento, MJ garantiu que não gosta de perder e que este jogo não seria excepção “Já perdemos uma vez nesta temporada mas não quero perder mais. Até a DreamTeam perdeu num jogo de treino para um grupo universitário, mas depois não perdeu mais nenhum jogo e ganhou sempre com larga vantagem. Só temos de acreditar”.

Quem têm sigo extremamente criticado é R. Harper e T. Kukoc. Se Harper quase não consegue desenvolver o seu jogo ofensivo tornando-o numa pequena amostra do que foi em NY, já o grande 6th man dos Bulls (Kukoc) está a jogar bem abaixo do seu nível.

Pelo lado de ORL toda a equipa vinha de bons jogos incluindo D. Scoott que esta a jogar a um nível de All Star, em parte graças ao aumento de minutos de jogo e a uma procura dele na linha de 3pts dadas as dificuldades de Shaq. dentro do garrafão nos primeiros 2 jogos da temporada.

Vamos ao jogo. Logo no primeiro quarto assistimos a um nível muito acima do habitual. Dunks e mais dunks que terminavam só jogadas por sí só extraordinárias. Penny, MJ, Pippen fizeram as delícias com essas jogas e finalizações magníficas. O jogo sempre equilibrado até aos últimos minutos, quando os Bulls fazem descansar MJ e Pippen. Sem estes, Penny (o único restante dos cincos iniciais de ambas as equipas em campo) assume o ataque faz disparar o marcador para 28-21.

No segundo quarto ORL mantém o nível, e obriga os Bulls a 10:41min para o final a fazer regressar Pippen e Rodman. Com estes em campo os Bulls melhoram defensivamente e aos poucos igualam a partida. Mas ainda antes do final deste período Orl ganha nova vantagem. Ao intervalo 56-51.

O terceiro quarto due novamente ORL. Novamente liderados por Penny mas desta vez com o apoio de N. Anderson e Turner (que entra a meio do período para substituir H. Grant). A vantagem chegou aos 20pts de vantagem, mas novamente no final do período os Bulls recuperam e deixam a diferença ainda grande mas algo recuperável (84-73).

Chegamos ao ultimo quarto do jogo e agora mais que nunca CHI precisava defender com unhas e dentes e atacar ainda melhor. Ambas as equipas apostam no banco para iniciar o jogo. CHI devia poupar os seus principais jogadores para os últimos 9/8min já ORL devia esperar a decisão dos Bulls para tomar medidas aproveitando para fazer descansar O’Neal e cia. Por falar em O’Neal, fez uma péssima partida (5pts, 5reb (4off)). Tal como esperado os Bulls fazem entrar alguns dos seus principais elementos (faltava pouco mais de 10min para o fim do jogo), entre eles MJ e Longley. Tal como esperado ORL coloca Shaq. H. Grant (10reb (4off)) e N. Anderson (18pts 3stl). Mas foi insuficiente, logo na primeira oportunidade reentra Penny (23pts, 10reb, 10ass, 2stl), mas também não foi suficiente. Os Bulls continuam a pressionar e cada vez estão mais perto de igualar o marcador. Pippen crava 3 triplos quase consecutivos com certa de 4min para terminar e deixa o Bulls a 4pts do Magic. Estes pedem desconto de tempo mas falham e assistem a mais dois pontos de MJ (43pts, 2reb, 3ass e 2 stl). Novo desconto de tempo para Orlando. Desta vez dá resultado e ORL volta a fazer pontos. O Inspirado D. Scott (28pts e 28min com um incrível 6/10 %3pts) aponta um triplo no regresso do desconto de tempo o que motiva a equipa. Novamente os Bulls tem de correr atras do marcador e novamente Jordan tem a responsabilidade de fazer recuperação. Quando MJ falha o apagadíssimo Rodman ganhava o ressalto (6pts, 13reb) o que dava uma nova oportunidade aos Bulls. Mas era insuficiente. Os visitantes mantiveram a gestão do resultado e lançavam apenas se estivessem livres ou forçavam apenas se o cronómetro de 24seg estivesse a estoirar, tornam a tarefa dos Bulls muito difícil.

ORL 112 x 103 CHI. Com este resultado os Bulls perdem o seu segundo jogo em 4 jogos, enquanto ORL soma a 3 vitória em 3 jogos.

O que fica no ar após este jogo é a forma de Shaq. É o segundo jogo em que ele joga abaixo das suas capacidades e questiona a gestão feita pela equipa voltando a reafirmar que apesar dos adeptos terem Shaq. como líder na pratica essa liderança pertence a Penny. Como vai ser quando ORL tiver de enfrentar equipas cujos seus centres sejam de facto muito bons é a pergunta que fica no ar.

Esta segunda derrota dos Bulls trás uma nova pergunta. Onde anda o banco dos Bulls? Porque ninguém ajuda ofensivamente a MJ e Pippen deixando assim o ataque dos Bulls muito previsível além da falta de qualidade tanto ofensiva como defensiva dentro do garrafão? Alguma estratégia tem de ser feita para minimizar estas fragilidades. Algo que se verificou valido neste ultima jogo foi a melhoria da qualidade de jogo dos Bulls quando Rodman assumiu a posição C, PF-Kukoc, SF-Pippen, SG- MJ, PG- Harper. No entanto, Harper tem de aparecer mais no jogo ofensivo dificultando e baralhando mais a defesa adversária.
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  PIERCE#34 em Sex 4 Abr 2014 - 19:25

Grande historia Groove! 5* parabéns  Wink 
avatar
PIERCE#34
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 3401
Data de inscrição : 30/01/2013
Idade : 26

Ver perfil do usuário https://camisola34.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Seg 7 Abr 2014 - 11:16

Obrigado Pierce.

Isto tinha piada era se conseguisse levar isto até ao fim, ou seja playoff e ver quem seria campeão. Vou ter muito trabalho até lá.

Mas se o pessoal se mostrar interessado o difícil trona-se fácil Wink
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  PIERCE#34 em Seg 7 Abr 2014 - 14:24

Groove escreveu:Obrigado Pierce.

Isto tinha piada era se conseguisse levar isto até ao fim, ou seja playoff e ver quem seria campeão. Vou ter muito trabalho até lá.

Mas se o pessoal se mostrar interessado o difícil trona-se fácil Wink

ya é bem demorado Very Happy mas já agora queremos saber o final da historia Razz
avatar
PIERCE#34
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 3401
Data de inscrição : 30/01/2013
Idade : 26

Ver perfil do usuário https://camisola34.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Ter 8 Abr 2014 - 11:13

Depois de um surpreendente derrota dos LAL13 por um ponto contra os UTA94, julgava-se que tínhamos perante o jogo da noite. Engane-se que pensou assim. Um outro jogo traria os adeptos ou simples espectadores ao rubro.

O jogo que falo têm como intervenientes ORL94 vs SEA95.

O Magic vinham de 3 vitorias e pretendiam continuar invictos nesta visita a conferencia oposta. Já os Sonics, estão aqui para travar uma batalha que ficou pendente contra OKC. De um lado Penny e Shaq. além da grande revelação deste inicio de temporada D. Scoott, do outro G. “The Glove” Payton e S. Kemp.

As previsões que antecediam o inicio do jogo afirmavam que este seria reunido, mas davam uma ligeira tendência para a vitoria pertencer aos Sonics.

No terreno de jogo onde as estatísticas, sondagens e previsões não passam de simples estatísticas, sondagens e previsões assistimos a um jogo com 3 partes. Ou seja, um domínio, depois outro domínio e um final.

Logo no inicio ORL tomou conta do jogo. Com um brilhante trabalho de Shaq. (9pts e 5reb só no primeiro quarto) e um lançamento certeiro de D. Scoott os Magic levaram ao pedido de 2 descontos de tempo dos Sonics sem que este tivesse qualquer efeito. Os Sonics usaram Perkins, depois Jonhson e por fim Kemp para travar O’Neal. Os resultados só foram minimizados quando essa tarefa passou para Kemp Os Magic chegaram a vantagem de 20pts quando ainda faltavam apenas 2min para o fim do primeiro quarto. Resumindo, os Sonics não tiveram qualquer forma de contornar a situação. Além do problema com Shaq., os Sonics tiveram de lidar com o péssimo jogo de Perkins, Payton, Hawkins e cia. Basicamente só Kemp funcionou neste inicio de jogo. Mas isso mudaria nos últimos 2 min. Os Magic dão descanço merecido a Shaq. e Anderson deixando apenas Penny dentre o 5 inicial. Com uma noite muito apagada de Penny (5pts (2/14 FG), 2 reb, 5 ass e 2stl) este de pouco valeu nestes dois minutos. Assim sendo Kemp, Payton e Wingate transformaram estes últimos dois minutos num festival de pontos tirando esta fase inicial em 30-20. Coma diferença em 10pts e ainda faltando 3 quartos a recuperação seria inevitável. Seria mesmo?

O 2º quarto foi o inverso do 1º. Falhanços e mais falhanço de parte a parte levaram ao regresso de alguns jogadores de ambas as equipas logo no inicio. Com este o jogo voltou a pender para ORL. Em parte H. Grant foi o responsável. Passou assegurar os ressaltos criando segundas oportunidades a sua equipa e ainda marcou os únicos 4pts que fez em todo o jogo…falando de ressaltos, foram 8.

De um lado Penny continuava numa má noite, do outro Payton. Ao intervalo já os Magic venciam por 56 – 38.

Na segunda parte tivemos um inverso da medalha. Os Sonics entraram com tudo. Payton, Kemp, Jonhson (4pts, 8reb, 2blk), McMillan (9pts, 2ass e 3stl) mas especialmente Hawkins (25pts 5/6 3pts%). A corrida foi de tal forma que no final dos 3º quarto os Sonics já venciam 71-74.

No ultimo quarto tudo era um incógnita. Seria mesmo? Os Sonics continua a dominar até que faltavam apenas 4min. Nessse momento Anderson acorda e crava 3 triplos trazendo novamente os Magic ao jogo. Shaq (18pts, 10reb (7off)) aproveita a embalagem para voltar a fazer pontos e Scoott faz mais 2 triplo. Com 1:50min para jogar nada podia falhar. O jogo estava equilibrado apesar da vantagem de 4pts dos Sonics. Nos últimos segundos (28) com os Sonics na frente por 3pts e posse de bola para os Magic o triplo seria o melhor amigo dos visitantes. A responsabilidade recairia sobre Penny mas este falha (uma noite para esquecer de um dos lideres dos Orlando). Com 21seg para jogar os Sonics iriam fazer de tudo para segurar a bola. Por essa razão, Penny comete falta sobre Payton. Na reposição de bola nova falta de Penny sobre Payton e é expulso com 6 faltas. Payton falha o primeiro FT mas concretiza o segundo. Desconto de tempo para ORL. Mas ironia do destino a bola sobra para Anderson que assim como Penny falha o lançamento de 3 pontos obrigando B. Shaw a cometer falta sobre Payton. Desta vez Payton não falha. Na tentativa dos Magic de conseguirem marcar voltam a falhar. Quase nada havia a fazer. O Sonics vencem e convencem. Por duas ocasiões recuperaram de diferenças de 20pts. Um prova da qualidade destes meninos que querem fazer frente aos grandes.

MVP: Kemp (18pts 12reb, 4blk, 1stl).
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Qui 10 Abr 2014 - 10:25

Em mais uma noite de acção fomos assistir ao jogo entre Boston 64 e GSW 90.

C. Mullin, M. Richmond e T. Hardaway preparavam-se para receber uma das principais candidatas ao anel.

No recinto de jogo assistimos a um espectáculo muito reunido. Tão depressa BOS dava uma parcial de 8-0, como em reposta recebia uma idêntica. Para terem uma ideia o marcador mudou de dono 28 vezes ao longo do encontro. Apesar deste equilíbrio falando em traços gerais o primeiro quarto foi dominado pelo GSW. Depois de sofrerem 8-2, recuperam, passam para a frente afastam o marcador, mas voltam a perder gás no final do período. O responsável desta recuperação dá pelo nome de Russel (18pts, 12reb, 2blk). Dominou todo o primeiro período ao contrário dos companheiros de equipa que estiveram um tanto ou quanto apagados.

Pouco tenho a dizer sobre este encontro. Basicamente o marcador mudava a cada minuto o que tornou o jogo muito atractivo mas com uma baixa eficácia em FG. Se BOS andou pelos 39% os GSW andaram pelos 38%. Já nos 3 pontos foi miserável, BOS 1/9, GSW 2/8.

O ponto forte foi o último 1’40min para o final. Com ambas as franquias a falharem sistematicamente, BOS pede desconto de tempo. No regresso falha e vê o adversário marcar dois pontos por Mullin. Novo desconto de tempo novo erro e mais dois pontos por Hardaway. Boston vê-se assim obrigado a recorrer as faltas. Mas os GSW falham apenas 1 de 6 lançamentos livres o que leva a sua vitória. BOS 80 – 87 GSW.

MVP- T. Hardaway (18pts, 6ass, 2stl, 1blk).
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Qui 24 Abr 2014 - 14:54

Isto não esta esquecido, só que não tenho jogado ultimamente!
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Seg 28 Abr 2014 - 14:10

Em LA vibrava-se só pelo facto dos Lakers irem jogar. Pela frente teriam os motivadíssimos Houston que vinham de duas vitórias.

Depois de uma primeira parte muito pobre a nível de pontos e baixa eficácia de desempenho de ambos os lados, LA lá foi liderando e afastando-se lentamente no marcador. Com Magic a jogar ao nível de MVP, não se podia esperar outra coisa. Do outro lado apenas dava Olajuwon…parecia que jogava sozinho.

Na segunda parte ambas as equipas melhoraram a eficácia mas era tarde para Houton que chegou a perder por 28pts. Magic foi o grande herói da partida. Apontou 42pts, 7reb e 3 ass e foi o MVP da partida.

Houton caio no ridículo em parte porque nunca encontraram soluções para travar Magic, mas tão pouco tiveram ninguém que ajuda-se Olajuwon (14pts, 15reb, 1stl) no ataque, e quando este cai de desempenho Houton foi presa fácil.

A estratégia dos LAL foi o que despertou mais atenção. Os LAL usaram uma estratégia totalmente distinta do que tínhamos visto nos primeiros 4 jogos da temporada. Em vez de uma rotação dos seus PF/C intensa e outra mais pausada de Magic e Cooper, tivemos algo totalmente novo. Durante quase todo o jogo Cooper actuou como PG, SG foi D. Scott enquanto Magic foi colocado a SF. Worthy jogou menos minutos que o habitual (esteve mal no encontro com 14pts e uma baixa eficácia) razão pela qual o treinador tenha feito tantas mudanças na rotação dos seu roster neste encontro. E na pratica deu resultado. O trio de bases pôs e despôs encima dos homens do Texas. Se Magic fez um jogão, este deve-se não só a sua qualidade mas também ao facto de não ter de se preocupar com a organização do ataque como faz habitualmente, pois Cooper (8pts, 7reb, 5ass, 1stl) assumiu essa função durante grande parte do jogo. Facto que do lado de Houton ninguém conseguia responder ao nível de Magic para trava-lo. R. Horry foi péssimo na marcação a Magic, Mas Smith também foi mal nesse campo.

O Resultado final de LAL 98 x 80 HOU comprova a superioridade de Magic.

Recordo que Houton94 têm uma das maiores lendas da história da NBA (Olajuwon) e que na prática têm correspondido às espectativas. Este jogo foi o pior de 5 disputados até ao momento…apesar disso até foi de bom nível…mas não soberbo como de costume.
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Seg 28 Abr 2014 - 14:10

Os Bulls 95 voltam a perder. Já somam 3 derrotas em 5 jogos. O pior é que vão ter jogos muito difíceis, começando já com a recepção aos MIA. Apesar de a época ir apenas no seu inicio o desempenho continua preocupante. Os Bulls voltam a desiludir novamente devido ao seu banco. Apesar de MJ estar abaixo do habitual (18pts), Pippen comandou a equipa até ao final (32pts), mas foram insuficientes. Sem garrafão nem banco dificilmente os Bulls chegam longe. Se Rodman (8pts, 14reb) ainda causa estragos aos ataques adversários, o seu companheiro de garrafão vai pior a cada jogo. Longley começou mal a época mas ainda marcava alguns pontos. Agora nem pontos, nem ressaltos, blocks…nada. Fez somente 5reb neste jogo…pouco não é?

Quem voltou a mostrar alguma qualidade foi Wellington. Ao contrário de Longley tem visto o seu jogo crescer e a recompensa é os minutos que subiram. Nos últimos dois jogos Wellington teve estatísticas tão boas ou melhores que Longley, mas muito menos minutos.

Outro nome em destaque pela negativa é o de Harper. Muito criticado desde o jogo um da temporada e parece que não haverá melhoras. A continuar assim CHI94 vai ser MJ/Pippen com o apoio de Rodman. Só assim vai ser difícil. Dentro da sua conferencia temos CHA95, ORL94, BOS76 ou até os temíveis BOS64…enfrentar estas e outras equipas com base em apenas duas opções (MJ/Pippen) não será possível. Alguma mudança de atitude terá de existir, ou até estratégia. Dêem mais minutos a Kerr, Wellington ou até mesmo a titularidade. Dêem um puxão de orelhas a Kukoc que fez apenas um jogo aceitável em 5 disputados até ao momento, pois os Bulls precisam de pontos vindos do banco. Façam qualquer coisa, mas não continuar a jogar apenas com 3 homens, pois assim dificilmente chegam ao playoff.

Uma equipa que não esperava ver fora dos playoff seria esta, mas pelo andar da carruagem e se nada for feito será a grande desilusão.

Acho que o próximo jogo vai ser preponderante para apurar se os Bulls95 podem ou não continuar a ser considerados umas das 3 franquias com mais probabilidades de conquistar o anel e provar ser a melhor de todos os tempos.
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Seg 28 Abr 2014 - 14:11

A título de balanço o nosso analista e especialista em equipas clássicas (J. Williams) faz um balanço muito positivo desta experiencia.

J. Williams, afirma que foi algo surpreso quando teve conhecimento desta experiencia com equipas clássicas e que para já esta a correr acima das suas espectativas.

“Não esperava esta iniciativa, mas está a ser incrível. Tentar perceber qual destas franquias seria a melhor da história. Apesar de não concordar como algumas seleccionadas (por exemplo NYK 2013), não deixa de ser um espectáculo.”

“Não esperava as derrotas dos Bulls 95 nem dos Bulls de 86. Mas fiquei surpreso pelo nível apresentado pelos MIA 13 que não esperava tão bom e pelos Boston 64. Por falar em Boston64 espero desde o princípio que no mínimo cheguem à final de conferencia, apesar de partilhar a opinião de outros, e os colocar entre os dois principais candidatos ao anel. São uma equipa de poucos recursos vindos do banco com excepção de um elemento, mas detém talvez o 5inicial mais competente da temporada. Muito equilibrado apesar do destaque de Russell defensivamente e que será de uma utilidade extrema, pois grande parte das equipas presentes vem dotada de um center ofensivamente poderoso, além de Havlicek e S. Jones para o trabalho ofensivo. É de facto uma equipa muito equilibrada e a ter em conta. Não esquecer que perderam apenas um jogo em 5, mas que deram muita luta, podendo inclusive ter ganho não falhassem o ultimo lançamento.”

“Quem está abaixo do esperado são os OKC. Acho que a idade e inexperiência faz das suas, apesar de ainda estamos no início da temporada. Se Perkins não melhorar a falta de elementos no garrafão vai ser fatal para a equipa de Durant.”

“Para finalizar quero deixar uma nota reconfortante para Lebron. Está a jogar contra alguns dos melhores de sempre e mesmo assim mantém o seu nível. Sem dúvida, que tem potencial para enfrentar os melhores de sempre. Aguardo com ansiedade o jogo das estrelas onde espero claramente que Lebron seja escolhido e ver até onde pode brilhar ao lado de MJ (outro quase certo representante do jogo das estrelas)”.
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Ter 29 Abr 2014 - 11:07

Em uma noite muito fria e ventosa na cidade de Orlando, mas com o pavilhão lotado para assistir ao encontro entre os Bulls92 vs Magic94.

Com todos expectantes quanto a “Penny”, depois de ter feito um triplo-duplo no jogo anterior. Do outro lado uma enorme dor de cabeça (como travar Shaq.?) Certo que Shaq. não tem estado bem nos últimos jogos, mas tratando-se de Shaq tudo é possível.

O jogo começa e ORL entra com tudo. Penny e Scott assumem o ataque dos da casa e CHI fica sem resposta. Apesar do pessimo aproveitamento inicial ORL abre 4-12. Chicago tenta reagir mas quando parecia que ia conseguir MJ comete uma 2ª falta e vai para o banco. Penny aproveita e mete a bola debaixo do braço e fecha o 1º período com a vantagem de 20-28.

No segundo período novamente Penny a impor ritmo e Chicago volta a sentir-se devido mais uma vez à ausência de MJ com problemas com faltas.

Terceiro tempo deu novamente ORL. Desta vez Penny optou por assistir os companheiros, e com isso N. Anderson (20pts) que estava quase sem se dar por ele marcou mais de metade dos seu 20pts, e Scott (18pts) o mesmo. Chicago bem procurava mas não conseguia marcar. MJ estava numa má noite, Pippen (25pts, 5reb, 1stl) estava melhor estatisticamente mas pouca liderança estava assumir.

Chegamos ao último período do jogo com uma larga vantagem de ORL. A conta disso os suplente tiveram minutos. Mas a vantagem começou perigosamente a cair. O mau desempenho dos reservas de Orlando e a grande qualidade de MJ nesta fase levaram a que ORL recoloca-se os titulares. E em boa hora…Shaq cravou 12 dos seus 20pts (8reb, 1blk) nesta fase e voltou a afastar o Magic no marcador. Orlando volta a retirar os titulares e acaba mesmo por vencer por 90-108.

MVP: A. “Penny” Hardaway (30pts, 10 ass, 7reb, 1stl).

Após o jogo muitos culparam a falta de qualidade do jogo interior dos Bulls, pois apesar de Shaq. ter feito “apenas” 20pts, Penny marcou mais de metade dos seus pontos dentro do garrafão. No total os Magic marcaram 60pts dentro do garrafão o que demonstra a fragilidade dos Bulls nesse campo.
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Groove em Seg 5 Maio 2014 - 12:35

Duas noites depois e ORL94 e CHI92 voltam a encontrar-se mas desta vez em Chicago.

Os Bulls queria reencontrar o caminho das vitorias depois de terem perdido pela primeira vem duas noites antes contra a mesma equipa. Para isso queriam MJ/Pippen a jogarem como MVP’s.

Do lado dos Magic só a vitoria interessava, além de terem sabido como tirar vantagem do garrafão quando arrasaram duas noites antes.

E parece que ORL não esqueceu como penetrar no garrafão dos Bulls. Shaq fez talvez o melhor jogo da temporada (28pts, 7reb, 2blk). Não permitiu mais de 6 pontos aos seus adversários directos…foi claramente um gigante.

Quem também foi bem nos ORl foi Scott. Uma vez mais atingir as duas dezenas de pontos (23pts), ainda mais num jogo em que CHI redobrou as suas atenções sobre Penny (claramente o melhor jogador dos Magic neste inicio de época) e N. Anderson que tem vindo a barbarizar as defesas adversárias com os seus tiros de 3pts sempre que a equipa não consegue fazer pontos por intermédio de outro jogador.

Graças a relatado, ORL dominou todo o jogo só se deixando aproximar bem no início do 4º período quando MJ pegou na bola e disse aos companheiros “vamos jogar basket”. MJ foi incrível…marcou 47pts (2reb e 1ass), mais de 10pts foram neste inicio de período e ajudou os da casa a reduzirem a diferença de quase 20pts para “míseros” 7 pts. ORL pede desconto de tempo e faz regressar o seu quinteto titular e com ele retoma conta do jogo. No final ORL 107 x 98 CHI.

Muitos perguntam porque quase não se mencionaram os nomes de Pippen ou Penny. Bem, existe uma razão. Pippen esteve mal, muito mal. Apontou 8pts, 5reb, 1stl e não conseguiu marcar Scott. Penny vinha de dois triplos-duplos, mas apesar de ter estado muito bem, esteve longe dos seus números de temporada. Fez 8pts, 16ass, 2stl.

MVP: Shaq.

Fica no ar a pergunta, será que Shaq vai voltar a jogar a Shaq.?
avatar
Groove
Hall Of Fame
Hall Of Fame

Masculino Mensagens : 2642
Data de inscrição : 15/03/2011
Idade : 33
Localização : Perdido atras do cesto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Bártolo em Seg 5 Maio 2014 - 14:55

Shaq é Shaq!

Estranho o Pippen ter jogado mal ehehh
avatar
Bártolo
NBA Dream Team
NBA Dream Team

Masculino Mensagens : 1898
Data de inscrição : 26/08/2009
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://www.nbapotugal.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Groove Classic Team

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum